André Candau, Comerciante Varejista
  • Comerciante Varejista

André Candau

Rio de Janeiro (RJ)
1seguidor38seguindo
Entrar em contato

Comentários

(98)

Recomendações

(123)
Cibelle Dall' Armellina, Advogado
Cibelle Dall' Armellina
Comentário · há 2 meses
Eu não entendi o porquê do promotor escrever uma carta parafraseando a do colega, mas em total contraponto. Em nenhum momento, vejam, nenhuma frase ou parágrafo, o magistrado defende a impunidade ou a brandura na aplicação das penas. O que ele defende é a CORRETA APLICAÇÃO DA PENA! Que quem perdeu patrimônio, a vida e a vida de algum ente familiar ou querido jamais vai recuperar o que perdeu, isto é um fato e contra fatos não há argumentos. Contudo, existe legislação material e processual que regula a atuação do Estado (Poder Judiciário e MP) durante e após a condenação do réu. Para mim, é de clareza solar que o que o juiz exorta aos apenados é que não desistam de se ressocializar. Não está defendendo sociopatas tampouco passando a mão na cabeça de quem cometeu qualquer crime. Tempos maus em que até a postura excepcionalmente humana de um magistrado - profissão que admiro porém não invejo - é tachada de forma tão jocosa, porque, convenhamos, o teor da carta do promotor foi desnecessário. Tenho certeza absoluta que o magistrado respeita a dor de cada cidadão vítima dos destinatários de sua carta. De fato, concordo com a falta do último comentário que li mas interpretando-a de uma forma bem específica: brasileiro é passional e sentimental e nisso se esquece de analisar os aspectos técnicos de cada ofício. Concordo com um outro comentário de que não existe bandido morto porque morto é morto e que "bandido ressocializado" é cidadão igualzinho a mim, a você. Sim, meus caros, pois não sejam pretensiosos: de forma genérica, todos somos capazes de praticar um fato tipo (crime) e a grande maioria de nós - arautos da moralidade - tem , ao menos um, ainda que de menor potencial ofensivo, praticado. Repito: em nenhum momento o magistrado ofendeu a memória de vítimas ceifadas por homicidas presos (porque o teor da carta do promotor só pode ser em relação aos crimes contra a vida já que é titular da vara do tribunal do Júri de Palhoça) e existe uma gama de crimes praticados todos os dias, por toda a sociedade. Obrigada pela postagem e por abrir o espaço para exposição de pensamento. Feliz Ano Novo a todos.

Perfis que segue

(38)
Carregando

Seguidores

(1)
Carregando

Tópicos de interesse

(33)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como André

Carregando

André Candau

Entrar em contato